Jaguar Land Rover inicia testes reais de tecnologia autônomas

A Jaguar Land Rover planeja criar uma frota de mais de 100 veículos de pesquisa ao longo dos próximos quatro anos para desenvolver e testar uma ampla gama de tecnologias de condução conectada e autônoma (Connected Autonomous Vehicle – CAV). Os primeiros testes do gênero estão programados para ocorrer ainda este ano em um percurso de 41 milhas (66 quilômetros) nas estradas e vias urbanas em torno de Coventry e Solihull, onde estão situadas duas fábricas da empresa.

Os testes iniciais envolverão tecnologias que permitem a comunicação de veículo para veículo, permitindo alertas sobre interferências em rodovias, canteiros de obras, semáforos, entre outros. O compartilhamento de informações entre dois ou mais veículos permitiria que, no futuro, ações como mudança de faixas e tráfego em cruzamentos sejam realizados de forma fácil e mais segura.

Tony Harper, chefe de pesquisa da Jaguar Land Rover, disse: “Estamos desenvolvendo uma enorme gama de tecnologias para suportar tanto o carro dirigido quanto o autônomo. Todas elas visam ajudar a melhorar o fluxo de tráfego, cortar congestionamentos e reduzir o potencial de acidentes. Também queremos com elas melhorar a experiência de condução, com motoristas capazes de escolher o quanto de apoio e assistência eles necessitam. No trânsito, por exemplo, o motorista pode escolher autonomia para evitar as ações tediosas ao volante e poder relaxar durante uma viagem ou mesmo realizar algum tipo de trabalho enquanto ele é conduzido em seu veículo.

“Mesmo quando o motorista optar por assumir o controle de seu veículo e desfrutar toda a emoção de pegar uma estrada, essas tecnologias que estamos desenvolvendo irão agir em segundo plano para garantir que os ocupantes do veículo estejam sempre seguros. O veículo inteligente estará sempre alerta e nunca fica distraído. Ele pode levar seus ocupantes com segurança, mesmo quando percorre caminhos em meio à obras rodoviárias e impedir uma colisão contra o veículo à sua frente. Se você é um motorista sagaz, imagine ser capaz de receber um aviso de que há um perigo fora de seu ponto de visão ou ao fim de uma curva cega. Quer seja um carro mal estacionado ou uma ambulância indo em sua direção, você pode desacelerar, passar pela região de perigo sem problemas e continuar a sua viagem”, finaliza Tony Harper.

Deixe uma resposta