Queda na venda de carros novos faz o mercado de autopeças crescer

Números da Associação Comercial de São Paulo, mostra que as concessionárias de veículos tiveram queda de 10,3% de janeiro a agosto de 2016 em comparação ao mesmo período de 2015. Já o setor de autopeças e acessórios foi o único com aumento do volume de vendas com o crescimento de 3%.
Desde 2013, através de um shopping virtual, o Canal da Peça viabiliza e aperfeiçoa a reposição nas oficinas de autopeças do Brasil. Pioneira no mercado B2B e B2C, a startup é focada em peças automotivas e industriais. A partir do modelo e ano do automóvel, a plataforma distingue os fornecedores, de acordo com o detalhamento e marcada peça requisitada, disponibilidade em estoques de lojistas de todo o Brasil e inúmeras condições de preço e entrega. Com o apoio da logística, o processo se torna dinâmico eficaz com produtos recebidos em prazos a partir de 30 minutos, dependendo do local de envio e recebimento.
A startup pioneira no segmento foi fundada pelos empresários Fernando Cymrot e Vinicius Dias e conta com investimento de referências no setor de tecnologia e inovação. Dentre eles, o fundador da empresa Buscapé, Romero Rodrigues, Anson, ex-General Manager da área de peças automotivas, pneus e acessórios do Ebay e Eduardo Casarini, fundador do Flores Online.
No catálogo do Canal da Peça, estão disponíveis ofertas de distribuidoras e varejistas que totalizam um estoque de mais de 1 bilhão de reais em peças para venda, sejam essas da linha leve, linha pesada, industrial, motopeças, agrícola e até mesmo do setor marítimo. Fabricantes como Bosh, Cofap e Valeo (dentre centenas) dispõem de mais de 600 mil itens de autopeças cadastrados ao alcance dos consumidores de todo o país – a plataforma vem crescendo consistentemente e já conta com mais de 400 mil visitantes por mês.

Deixe uma resposta