Cooper Standard projeta duas novas fábricas no Brasil

A fabricante de autopeças Cooper Standard já definiu seu planejamento para retomar o crescimento em 2017 no Brasil. Em busca de novos contratos com montadoras locais, a norte-americana sinaliza com duas novas fábricas no país.

Com atuação em sistemas de vedação, antivibração e componentes de  e combustível, a companhia atua somente no fornecimento primário – vende autopeças direto para as montadoras fabricarem dos veículos. Nesse segmento, a empresa partilhou os prejuízos apresentados pelas montadoras desde 2014, com o início da crise.
Em 2016, o faturamento da Cooper foi de R$ 290 milhões no país. Para este ano, a projeção é alcançar cerca de R$ 300 milhões de faturamento. A conquista de novos pedidos de montadoras – que periodicamente renovam seus portfólios – será determinante no investimento da Cooper em suas plantas no país.
Ele conta que o projeto da nova fábrica no Sul do País deve abastecer montadoras como Renault e General Motors (GM), por exemplo. Já a nova planta no Nordeste deve servir principalmente à Ford e à Fiat Chrysler Automobiles (FCA).
A expectativa é que a unidade no Nordeste fique para 2018 e, a do Sul, em 2020.

Deixe uma resposta