Rio de Janeiro lidera ranking de engarrafamento no Brasil

Cidades brasileiras sofrem com trânsito: Rio de Janeiro é campeão em engarrafamento
e São Paulo é “surpresa” positiva.

Quem utiliza um carro ou transporte público rodoviário diariamente, tem a nítida sensação de que o trânsito está cada dia pior. E quem tem essa impressão está certo. Ao menos, é o que indica a pesquisa anual realizada pela TomTom GPS e Navegação. Os números apresentados no resultado do estudo, confirmam a piora gradativa das condições de tráfego. No Brasil, oito capitais foram citadas entre as mais engarrafadas.
A TomTom Traffic Index 2017, trouxe dados de tráfego e ranqueou as cidades em que o trânsito acarreta em maior perda de tempo para o motorista e/ou passageiro. O cálculo foi feito baseado no tempo médio extra gasto em cada trajeto toda vez que entram em um automóvel.
O que chamou atenção foi a presença de diversas capitais brasileiras entre os piores tráfegos no mundo. O Rio de Janeiro, que foi o 4º pior na edição anterior da pesquisa, teve uma leve melhora em sua posição e caiu para a 8ª colocação no ranking global, mas continua liderando no Brasil com sobras.

Ranking das cidades mais congestionadas do mundo em 2016

(Congestionamento diário – tempo extra de viagem –  população superior a 800,000):

No mundo, o ranking aponta um aumento de 23% nos engarrafamentos desde 2008. Na América do Sul, o crescimento foi de 7% no período. Com o aumento no tráfego, chama a atenção um ranking feito somente com cidades Sul-Americanas onde há oito capitais brasileiras entre as 10 com pior trânsito.

São Paulo é surpresa

Ao contrário do que muitos podem imaginar, São Paulo não lidera o ranking nacional de engarrafamentos e ocupa a “modesta” 5ª colocação. No Rio de Janeiro, líder entre as cidades brasileiras, o tempo médio perdido por dia no trânsito, representa 47%. Isso significa dizer que a cada trajeto que seria de uma hora, se gasta 28 minutos e 12 segundos a mais. Em Brasília, última capital entre as citadas na pesquisa, o mesmo trajeto teria um acréscimo de 12 minutos, apenas.

 

Deixe uma resposta