O Grupo PSA Peugeot Citroen teve o melhor resultado do setor na França

Em 2016, o Grupo PSA foi o fabricante de automóveis que mais contribuiu para a balança comercial da França, ficando em segundo lugar quando se consideram todos os setores de atividade, graças à geração de um superávit de 4,816 bilhões* de euros.

No plano industrial, o Grupo PSA situa-se em primeiro lugar entre as montadoras, com mais de um milhão de veículos e 80% de seus motores e caixas de câmbio produzidos em território francês em 2016. A produção francesa do Grupo PSA aumentou 1,3% na comparação com 2015, representando mais de um terço de sua produção mundial.
As 5 fábricas de produção de veículos e 11 fábricas de produção de componentes empregam, na França, cerca de 70% dos efetivos mundiais da empresa. Graças à sua forte implantação industrial na França, 17 veículos das marcas Peugeot, Citroën e DS receberam o selo “Origem França Garantida” da associação Pro France.
Com um know-how em termos de engenharia essencialmente baseado em quatro centros na França, o Grupo PSA é, há oito anos, o primeiro depositante de patentes na França.Resultado de imagem para PSA Peugeot Citroen
A empresa respeitará os compromissos assumidos como parte do acordo NEC (Nouvel Élan pour la Croissance, ou “Novo Impulso para o Crescimento”), assinado por cinco entre seis organizações sindicais, representando 80% dos funcionários da empresa.

O NEC prevê a fabricação de um milhão de veículos e a contratação de mil pessoas no regime de CDI (contrato por prazo indeterminado) no período do acordo, assim como a integração de 2 mil jovens por ano, graças a um novo “Contrato de Geração” para preparar o futuro.
“Em nome de todos os funcionários do Grupo PSA, orgulho-me por sermos de maneira recorrente o fabricante de automóveis que mais contribui para a balança comercial da França. A melhoria permanente de nossa competitividade está ao serviço da indústria e da economia francesas”, declarou Carlos Tavares, Presidente Mundial do Grupo PSA.

 

Deixe uma resposta