Kolbenschmidt (KS) apresenta lançamentos tecnológicos na Automec 2017

Um dos principais fornecedores mundiais de componentes motor para montadoras, a marca Kolbenschmidt (KS), com tradição de mais de mais de um século na produção de pistões, apresentou, durante a AUTOMEC 2017, novos itens que se destacam pela tecnologia. A KS oferece produtos ao mercado de reposição que conferem qualidade e desempenho reconhecidos e atestados no equipamento original.

Durante a Feira, a marca reconhecida mundialmente pela inovação e por equipar veículos das principais montadoras expôs no estande da Motorservice, itens exclusivos para equipamentos da marca John Deere, como bronzina de biela, bronzina de mancal, bronzina flangeada, kit, válvula de admissão, válvula de escape e bucha de comando. Houve também lançamentos (pistão com anel, bronzina de biela, bronzina de mancal, filtro de ar, filtro de óleo e camisa) para veículos leves das marcas GM, Ford, Peugeot e Citroën. Para motos Honda 150 cilindradas, exibiu kit, biela, válvula de admissão e válvula de escape.

Parceira de desenvolvimento direto da indústria automobilística, a KS trabalha há décadas em soluções voltadas ao aumento de potência como também outras reduções de consumo e emissão, seguindo as tendências das montadoras que buscam cada vez mais motores mais leves, eficientes e que consumam menos.

Para atender a essas demandas, a KS desenvolve pistões cada vez mais leves, com performance aprimorada que confere melhora da combustão, às pressões mais altas na câmara de combustão. Os pistões de aço em lugar dos de alumínio, inicialmente fabricados para veículos pesados, já começam a chegar na linha leve, tecnologia muito inovadora. Premiada pela Daimler na Alemanha, a KS foi nomeada fornecedora de novos pistões de aço para motores diesel de passeio. Outra inovação são as bronzinas polímero-metálicas que trazem vários benefícios na produção. Todas essas novas tecnologia aplicadas no motor de combustão trazem redução de emissões.

As novas tecnologias introduzidas no mercado original chegam ao mercado de reposição a partir de cinco anos depois, justamente quando a frota circulante começa a gerar demanda, mesmo que em volumes pequenos específicos. Um exemplo, no Brasil, são os pistões articulados, o primeiro passo em direção aos pistões de aço que hoje são uma realidade na reposição em termos de produtos aplicados. As bronzinas com tecnologia nano também são outro diferencial da KS no mercado de reposição.

Deixe uma resposta