Mesmo com Donald Trump, BMW confirma fábrica no México em 2019

Desde sua campanha eleitoral para a presidência dos Estados Unidos, Donald Trump alertava que aumentaria impostos para a importação de produtos do México. Após assumir o cargo, o presidente republicano confirmou sua posição e deixou claro que não vai facilitar a vida de quem abrir mão de produzir em solo americano para buscar benefícios no país vizinho. Porém, se essa promessa vai ser cumprida, quem também confirmou sua posição e manteve seus planos foi a BMW. A montadora alemã ratificou o projeto da planta de US$ 1 bilhão anunciado em 2014 e que deverá ser inaugurado em 2019.

Além da BMW, General Motors, Ford e Toyota também já foram alvos de críticas do futuro presidente dos Estados Unidos. Segundo o jornal alemão Bild, Trump disse que a montadora devia construir sua nova fábrica de carros nos EUA, porque isso seria “muito melhor” para a empresa.

Mas a BMW vai mesmo manter seus planos e abrir a fábrica em San Luiem 2019. O posicionamento foi confirmado em conferência para a imprensa em Munique, no dia 16 de janeiro. A nova fábrica mexicana construirá o Série 3 a partir de 2019, com a produção destinada ao mercado mundial. A fábrica seria um complemento das instalações de produção da Série 3 existentes na Alemanha e na China.

Ainda no final de 2016, em entrevistas ao portal de notícias G1, durante o Salão de Detroit, executivos de montadoras que participaram do evento disseram que vão esperar para saber qual será a postura do novo governo, mas já falam em adaptação.

A Ford, no entanto, anunciou que desistiu de abrir uma nova fábrica no México, para investir nos EUA. A Fiat Chrysler também destacou investimentos na indústria americana nos últimos dias.

Deixe uma resposta