A obrigação é o “algo a mais”

É de se lamentar que ainda exista certa dissonância entre o que se aprende em sala de aula e o que se encontra no mercado. Falta preparação para a prática. Falta falar de comportamento, motivação, atitude e postura, falta transpor as teorias para o mundo da realidade em busca de resultados.

Sobra conhecimento técnico e teórico. Segmentam demais, um verdadeiro estival. Por que isso? O meio acadêmico se ocupa demais com formar profundos conhecedores de uma coisa só.

Universidades, escolas, falem a seus alunos que não basta fazer bem o próprio pedacinho. Isso é obrigação. A pessoa é contratada para isso. Falta fazer o “algo mais”, falta caminhar aquele quilômetro a mais.

Sim, o sucesso é levantar mais cedo e dormir mais tarde. O sucesso da noite para o dia tem no mínimo vinte anos de empenho. O meu sonho também é o sonho dos meus concorrentes. Eu também quero ser a Montblanc das canetas e a Ferrari dos carros, só que isso leva no mínimo dez anos.

O negócio é saber trabalhar a árvore, mas entender que ela está no meio da floresta… e como árvore você não pode ser um forasteiro, um ilustre desconhecido no pedaço.

Pense nisso, um forte abraço e que Deus abençoe os seus dias!

Fora da Curva

Tem gente que fica enraizada, presa ao diploma, presa ao quadrado da educação formal. Só falta exibir sobre a mesa o diploma universitário para lembrar a todos sobre o que estudou.

E quando solicitado a se envolver num projeto mais amplo, justifica: “Mas isso não é da minha área, quer que eu transfira o ramal? ”.

Se esse funcionário fosse uma árvore, uma empresa disposta a investir nele teria de intervir e “cortar o caule” para plantar em outro lugar.

Se fosse um cavalo, seria como aquela imagem muito vista em posts na face do animal amarrado a uma cadeira de plástico, inerte… nada impede seu movimento além da ignorância de que não pode se movimentar.

Quem age dentro da “zona de conforto” somente dentro dos conhecimentos relacionados à sua formação – sem coragem para se reinventar, desbravar fronteiras, movimentar-se com inteligência será igual esse cavalo amarrado na cadeira de plástico.

Deixo claro que é muito importante fazer uma faculdade, um curso universitário e outros cursos extracurriculares a fim de ter um currículo sólido e dominar um assunto muito além da média.

Mas para fazer sucesso é preciso ser fora da curva e fazer muito mais do que apenas limitar-se ao que absorveu do mundo acadêmico. Seja um especialista-generalista.

Pense nisso, um forte abraço e que Deus abençoe os seus dias!

Gilclér Regina

É Escritor e Palestrante Profissional. Uma pessoa simples que se transformou num dos mais reconhecidos Conferencistas do país, com atuações também no exterior.

Gilclér Regina

É Escritor e Palestrante Profissional. Uma pessoa simples que se transformou num dos mais reconhecidos Conferencistas do país, com atuações também no exterior.

Deixe uma resposta