5 passos para converter suas ações em vendas

Após conquistar fãs engajados nas redes sociais, uma boa lista de leads – sua base de contatos – e autoridade em seu nicho, é necessário vender. Diante da dificuldade que muitas empresas têm de converter esse público em vendas, Diego Carmona* apresenta os principais passos que você precisa dar para conseguir efetuar mais vendas. Acompanhe!

1.Saiba com quem você está falando

A primeira dica é procurar saber mais sobre os leads, ou seja, os contatos cadastrados em sua base. Qual a profissão deles, seus hábitos de consumo? De que outras empresas eles gostam de comprar, do que eles gostam, por que escolheram sua empresa, qual o feedback sobre seu produto ou serviço?

É preciso abrir canais de comunicação com este público, seja incentivando comentários no site ou realizando enquetes nas redes sociais e até conversando pessoalmente. Isso ajuda a melhorar o resultado de conversão.

2. Envie e-mails

Após conhecer o público, é necessário definir metas e objetivos, produzir conteúdo relevante para ele e mensurar todas as ações. Utilizar o princípio do e-mail marketing é a melhor opção. O e-mail é uma ferramenta de comunicação mais direta que as redes sociais, e isso faz dele um meio mais eficiente para estreitar os vínculos entre empresas e consumidores.

Mesmo com milhares de pessoas recebendo um mesmo e-mail, a comunicação é mais assertiva e as chances de envolvimento e fidelização de clientes são maiore

3.Para aumentar as chances de conversão, aumente a lista

É importante que os leads sejam tratados de formas distintas. Isso porque há diferentes estágios para os leads, desde os que ainda buscam apenas o conteúdo gratuito, até os que estão totalmente preparados para efetuar uma compra. Lançar uma campanha focada apenas na conversão não terá resultado tão satisfatório, pois muitos potenciais clientes ainda estarão no topo e meio do funil.

Além disso, lembre-se de que é necessário não apenas converter quem está no estágio final do ciclo de compras, mas fazer com que os outros leads cheguem até esse momento.

4.Personalize o atendimento para converter mais

A verdadeira assertividade do envio de e-mails está, especialmente, na personalização do conteúdo. É necessário utilizar uma linguagem que faça o contato se sentir o único interlocutor da conversa. Quando você trata um consumidor com personalização, fazendo com que ele se sinta especial, a possibilidade de ele dar o próximo passo é grande.

Há formas de, por exemplo, iniciar o e-mail para cada lead com o nome dele sem a necessidade de fazer isso manualmente. Além disso, é importante que cada usuário receba conteúdos diferentes, conforme o momento do funil de vendas no qual ele se encontra.

5.Automatize as tarefas

A automação de e-mails pavimenta a estrada com os conteúdos corretos para cada usuário, oferecendo o que eles precisam em cada momento e fazendo-os avançar pelas etapas. É importante oferecer novas experiências de atendimento, estabelecer uma comunicação eficiente, reconhecer e agradar o bom cliente, entre outras ações importantes para que ele se sinta parte de uma comunidade.

Fazer tudo isso sozinho demanda tempo e um esforço gigantesco. Sendo assim, sugiro que busque apoio profissional e softwares para automatizar as tarefas e trazer melhores resultados. Fidelizar clientes não é uma tarefa tão difícil, desde que sejam utilizados os recursos ideais.

 

*Diego Carmona

Diretor executivo e CVO do Lead Lovers, plataforma que oferece ferramentas e completos para empreendedores e empresas no segmento de Marketing Digital – leadlovers.com.br

Deixe uma resposta