Novo caminho para o varejo?

Mais de 2,5 milhões de peças e serviços que… não foram vendidos. Esse número pertence à DPaschoal, varejista automotiva nacional, e, pasme: é motivo de orgulho. O grupo, que conta com pouco mais de 160 lojas espalhadas pelo país, incentiva, desde 2007, a troca responsável e sustentável de pneus e partes do veículo. Ou seja, não recomenda nem pressiona que os clientes comprem serviços e itens que não sejam extremamente necessários.

A iniciativa foi batizada de Medir e Testar Antes de Trocar e é disseminada fortemente na companhia, em todos os escalões e departamentos. Faz parte de um programa maior, intitulado Economia Verde, que em 2017 completa dez anos de vida. Além das trocas desnecessárias que foram evitadas, gerando economia para os consumidores e para o meio ambiente, também faz parte do programa o encaminhamento correto de tudo aquilo que precisa mesmo ser substituído: cerca de 4,5 milhões pneus, 1,2 milhões amortecedores e 2,1 milhões de litros de óleo já foram reciclados no período.

Outra mudança curiosa e na “contramão” das gigantes varejistas, é a de nomenclatura dos profissionais de venda. Não são mais chamados e remunerados como vendedores – passaram a ser vistos, pela empresa e pelos clientes, como consultores técnicos, cujo único objetivo é orientar e oferecer a quem atendem soluções adequadas e sustentáveis, inclusive economicamente.

Outro projeto interessante é o EcoControl, que permite rastrear os itens deixado na loja durante a manutenção. Todas as peças são etiquetadas e cadastradas no programa, que encaminha notificação indicando trajeto da loja até o centro de reciclagem, comprovando o descarte correto do produto. Os clientes também recebem um certificado de responsabilidade social pela iniciativa, o que, para grandes frotas ou quem simplesmente se preocupa com o meio ambiente é muito importante.

A iniciativa já rendeu à companhia o Prêmio ECO, da Amcham – Câmara do Comércio, em 2010, na categoria Sustentabilidade em Modelo de Negócios. A DPaschoal é, atualmente, a maior rede varejista do segmento automotivo. Atua desde 1949 na prestação de serviços automotivos especializado e possui, além das 160 lojas próprias, cerca de 800 credenciadas, um centro de distribuição de peças, um portal de venda de peças e acessórios, entre outros negócios. São mais de 3.600 colaboradores e o faturamento anual de 2016 ficou acima dos R$ 2 bilhões.

Deixe uma resposta