Brasil conquista o “Grand Prix International” da Fundação PSA

O projeto brasileiro da Associação Pró-Excepcionais Kodomo-No-Sono, inscrito pelo colaborador Caio Ferreira, de São Paulo, foi o vencedor do “Grand Prix International” da Fundação PSA. O projeto é o primeiro da América Latina a conquistar este título desde o início desta importante premiação mundial.

Destinados a favorecer a mobilidade de pessoas vulneráveis, os Prêmios da Fundação PSA possuem três categorias: mobilidade de pessoas com necessidades especiais, mobilidade relacionada à educação e cultura, e mobilidade relacionada à inserção social.

Estas premiações proporcionam ao Groupe PSA a possibilidade não apenas de apoiar e de favorecer a participação associativa dos seus colaboradores em prol do interesse geral, mas também de consolidar sua implantação local nos países onde atua. Cada projeto tem um “padrinho”, um colaborador do Groupe PSA que participa do mesmo e o inscreve para concorrer às premiações da Fundação PSA. Isso fornece à Fundação PSA a possibilidade de incentivar o engajamento dos colaboradores em causas sociais.

Este ano, o júri dos Prêmios da Fundação PSA selecionou 15 finalistas – todos eles premiados – entre os mais de 50 projetos de associações apoiadas pelos colaboradores do Groupe PSA que se inscreveram em todo o mundo. Entre estes finalistas, constaram dois projetos da América Latina – o mencionado projeto do Brasil e um da Argentina, em apoio à Fundação Casa Rafael, que oferece suporte psicossocial e acesso gratuito à música para crianças de 4 a 19 anos dos bairros populares de Buenos Aires, apadrinhado pelo colaborador Christian Papazoglou.

Entre os 15 finalistas, três projetos apenas foram escolhidos como os grandes vencedores levando em conta a seleção de um júri e mais de 6 mil votos computados pela Internet, tendo o brasileiro sido o escolhido na categoria “Grand Prix International”, enquanto dois franceses ganharam nas categorias “Grand Prix du Public” e “Grand Prix France”. O projeto da Kodomo- No-Sono receberá 10 mil euros da Fundação PSA, enquanto o da Casa Rafael, da Argentina, receberá 5 mil euros.

“A oportunidade de inscrição de um projeto da Kodomo-No-Sono no Prêmio da Fundação PSA é um grande incentivo e apoio. A premiação máxima, com o destaque internacional, muito nos orgulha e nos deixa felizes”, declarou Caio Ferreira.

“O prêmio ao qual fomos agraciados pela Fundação PSA é de capital importância, pois é fundamental que os nossos assistidos sejam integrados à sociedade”, disse André Tatsuhiko Korosue, Diretor Presidente da Kodomo-No-Sono.

“É uma honra muito grande termos dois projetos da América Latina entre os finalistas deste ano e, pela primeira vez, um deles como vencedor. O envolvimento de nossos colaboradores com projetos como estes demonstra o grande senso de responsabilidade social que possuem, e que é fortemente incentivado pelo nosso Grupo”, disse Fabricio Biondo, representante da Fundação PSA na América Latina e Vice-Presidente de Comunicação, Relações Externas e Digital América Latina do Groupe PSA.

Associação Pró-Excepcionais Kodomo-No-Sono

A Kodomo-No-Sono é dedicada ao cuidado e apoio a pessoas com necessidades especiais (deficiências mentais e físicas). Desde 1958, atua para o desenvolvimento intelectual e psicossocial de pessoas não autônomas para levá-las a uma integração social. Os beneficiários recebem atendimento médico, acesso a produtos de higiene e alimentos, e participam de atividades terapêuticas e recreativas.

A associação, inicialmente, deseja adaptar seu veículo para permitir que todos seus moradores (pessoas com mobilidade reduzida) acessem recreações ao ar livre. Também planeja alugar um ônibus adaptado para passeios, de modo que mais pessoas possam participar de suas atividades. O acesso a espaços públicos, como qualquer cidadão, já é uma forma de reintegração social que contribui para o equilíbrio das pessoas com deficiência.

A subvenção da Fundação PSA permitirá a instalação de uma rampa de elevação hidráulica e cintos acessíveis para cadeiras de rodas no veículo, bem como o aluguel de um ônibus para passeios.

Deixe uma resposta