Emprego na Indústria automotiva cresce no Interior de São Paulo

A s cidades com melhores dados de emprego na indústria contaram com a ajuda do setor automotivo durante este ano. A proximidade das principais estradas do estado e do Porto de Santos também possibilitou a melhora do mercado de trabalho nesses locais. Entre janeiro e novembro, o nível de emprego industrial cresceu 7,74% em Limeira, na comparação com igual período de 2016, de acordo com dados do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp).

Para atingir o melhor resultado entre as 35 cidades analisadas, o município contou com um aumento das contratações da Mercedes-Benz, que abriu uma fábrica na região no final do ano passado.

É o que afirma Jairo Ribeiro Filho, primeiro vice-diretor do Ciesp Limeira. Segundo ele, a “posição logística privilegiada” da cidade, que tem fácil acesso às rodovias dos Bandeirantes e Washington Luís, atrai empresas para o local. Agropalma, Ajinomoto e Suzano também foram citadas pelo entrevistado entre as companhias que tiveram um aumento na produção em 2017. Terceira colocada no levantamento do Ciesp, Piracicaba registrou variação positiva de 4,72% no nível de emprego industrial entre janeiro e novembro. Secretário municipal do trabalho e renda da cidade, Evandro Evangelista afirma que a Caterpillar e a Hyundai causaram a melhora das contratações.

Parte da produção dessas empresas é destinada à exportação, que é facilitada pela localização da cidade”. Piracicaba fica a cerca de 230 quilômetros do porto de Santos.

Também foram vistos bons resultados em Araraquara (5,54%), São Carlos (3,36%), Matão (3,49%), Franca (2,25%) e Mogi das Cruzes (2,05%). Para o ano que vem, os entrevistados projetam um novo avanço do emprego industrial. “Não esperamos um boom na geração de vagas, mas a trajetória deve ser positiva”, afirma Ribeiro Filho. “O crescimento que vimos em 2017 criou uma base sólida para 2018”, acrescenta Evangelista.

 

Demissões 

Apenas 12 das 35 cidades estudadas registraram variações positivas em 2017. Na capital, o índice caiu 1,95% entre janeiro e novembro. Também foram vistas reduções em Guarulhos (-1,3%), Osasco (-3,42%), Cubatão (-5,17%) e Santos (-1,61%).

Entre as cidades do ABCD, apenas Santo André (1,7%) ficou no azul, enquanto recuaram os níveis de emprego em São Bernardo do Campo (-5,02%), São Caetano do Sul (-3,21%) e Diadema (-0,09%). 19Entretanto, os piores dados foram atingidos em Araçatuba (-5,63%), Sorocaba (-6,55%) e Botucatu (-13,78%).

No mês de novembro, a indústria paulista perdeu 10,5 mil postos de trabalho, uma queda de 0,49% em relação ao resultado visto em outubro. Apesar do saldo negativo, esse resultado é o melhor para o mês de novembro dos últimos quatro anos.

One thought on “Emprego na Indústria automotiva cresce no Interior de São Paulo”

Deixe uma resposta