Como cuidar bem do meu carro e de sua lataria?

Limpeza certa

Para um carro apresentar uma boa aparência, muitos detalhes devem ser levados em consideração pelo proprietário. São cuidados constantes, como limpezas, manutenções e revisões, que tornam o veículo atraente e o valorizam no mercado. Entre esses pormenores, a primeira coisa que salta aos olhos é a lataria do automóvel, que quanto menos riscos e mais brilho apresentar, melhor. E, por mais que o carro seja antigo e já esteja desgastado, é possível alcançar um bom resultado nesse quesito com as medidas certas. Confira!

Para conservar a lataria do automóvel, a primeira ação é protegê-lo de riscos desnecessários, como as adversidades do tempo. Desde sol escaldante até chuvas ácidas ou de granizos, o carro pode ficar exposto a muitos perigos quando fica estacionado na rua ou em local sem cobertura. Por isso, o mantenha sempre bem guardado na garagem ou sob uma cobertura resistente e adequada. Caso não possua um local para abrigá-lo propriamente, a solução é recorrer a conhecidos ou estacionamentos pagos que possam manter o veículo seguro. Outra forma de proteção é a conhecida capa automotiva. Apesar de ela não ser eficaz contra todos os males temporais, faz um bom papel ao preservar a lataria.

Carro de luxo
Foto: Flickr/Stephen Hennessey

Evitadas as adversidades do tempo, é hora de pensar na limpeza do carro. Para manter a lataria do veículo livre de manchas indesejadas, o lave com frequência – pelo menos uma vez por semana, caso seja usado diariamente. Ao perceber manchas recentes, como aquelas bem inconvenientes causadas por dejetos de pássaros, por exemplo, não espere para lavar. Carregue dentro do carro um pano e um frasco com água para remoção imediata, pois quando as sujeiras secam, acabam por danificar a pintura ou ficam mais difíceis de sair.

 

Removendo sujeiras da forma correta

Adesivos: em um site de carros usados, você escolheu o automóvel perfeito. Só tem um detalhe: ele tem um adesivo que você não quer. Nesse caso, há como removê-lo sem danificar a lataria. É só utilizar um soprador térmico para aquecer o item e então tirá-lo com a ajuda de uma espátula plástica. Depois, realize um polimento para tirar a marca criada pelo adesivo.

Grude de piche: para remover esse tipo de impureza, utilize um solvente leve ou à base de água. É possível fazer uma solução em casa, com 50% de querosene e 50% de água, mas se preferir, leve o automóvel numa oficina ou numa lavagem especializada. Apenas lembre-se de que, se o carro estiver com cera ou cristalização, o solvente removerá os efeitos dos processos e eles precisarão ser refeitos.

Respingos de tinta: Se a tinta não secou, o processo é mais simples. Mas, se já secou, a resposta é apelar novamente para a solução composta por querosene (50%) e água (50%). Se a situação for muita séria, leve para uma oficina especializada para avaliar.

Dejetos de pássaros e seivas de plantas: para os dejetos de pássaros, o segredo é limpá-los com limão. Para as seivas, uma lavagem simples basta. A não ser que ambas as impurezas já tenham afetado o verniz do carro. Nesse caso, é preciso refazer a pintura.

Lembrando que existem processos específicos para que a lataria permaneça brilhante e preservada por mais tempo. São eles:

Enceramento: a cera deve ser aplicada a cada 30 dias para que a lataria fique com brilho e protegida contra eventuais manchas e riscos.

Polimento: em caso de pinturas já desgastadas ou riscadas, realiza-se o polimento, feito com cera mais abrasiva e uma politriz para espalhá-la.

Espelhamento: processo semelhante ao polimento e que apresenta resultados reparadores mais profundos. Por isso, pode ser realizado apenas duas vezes por ano.

Cristalização: medida na qual é utilizada uma resina especial protetora que diminui ou anula os efeitos do tempo e mantém a lataria brilhante por mais tempo (cerca de seis meses).

Vitrificação: cristalização avançada que pode preservar o brilho da lataria e seus efeitos por até três anos.

 

Cuidados gerais para o carro

Além da lataria, o carro precisa de outros importantes cuidados que o manterão não apenas em bom estado, mas bem valorizado para ser vendido no futuro, caso haja o interesse. São detalhes que podem o colocar, inclusive, com preços parelhos ou até mais altos do que os da tabela Fipe.

Limpeza economia de água
Crédito: Shutterstock

Mecânica: sem uma mecânica em dia, o carro não funciona corretamente e vive dando problemas. Motor, direção, transmissão, freios, entre outros. A qualquer sinal de algo diferente, não perca tempo e leve seu carro para análise. Ainda mais se você já não faz isso há algum tempo. Não coloque você ou seu bem em risco por negligência.

Pneus: pneus carecas? Jamais! Trafegue em segurança por meio de pneus novos e adequados para o seu carro.

Elétrica: a parte elétrica, composta por itens como bateria e iluminação, por exemplo, é uma das mais delicadas do carro. Evite panes específicas e gerais por meio de revisões de tempos em tempos e não sobrecarregue o sistema elétrico.

Estofaria: bancos limpos e bem preservados fazem toda a diferença para quem quer passar o carro à frente, pois demonstra cuidado e atenção para com o veículo. Aspire os assentos e limpe-os em todas as lavagens que realizar.

Revisões: fique atento aos prazos de revisões do seu carro. São nelas que, muitas vezes, alguns problemas são encontrados e já corrigidos. Dessa forma, você mantém todas as áreas do seu veículo em dia.

 

Forma certa de colocar pneu
Creditos: Shutterstock

Ao realizar todos os cuidados listados neste texto, você consegue valorizar seu carro e o destaca em sites de vendas de usados. Muitos carros passam anos sem despertar interesse de possíveis compradores devido à falta de cuidados ou pelo excesso de opções. E isso, com certeza, não é o que você quer para o seu automóvel caso esteja precisando vendê-lo. Por isso, esses cuidados são investimentos de olho na revenda.

One thought on “Como cuidar bem do meu carro e de sua lataria?”

Deixe uma resposta