Venda de implementos cresce

As vendas de implementos rodoviários cresceram, no primeiro trimestre, puxadas pela alta no setor de caminhões informou a Anfir, que reúne as empresas fabricantes, na segunda-feira, 9: foram 17 mil 581 unidades, expansão de 53,28% na comparação com o desempenho durante igual período no ano passado.

Ainda que o mercado de 2017 represente uma base baixa de comparação a indústria “comemorou o cenário positivo após ano conturbado em que viveu alterações nas estruturas de diversas empresas, como o fechamento de turnos e demissões”, disse o comunicado. No entanto, com a expectativa de nova supersafra e a consequente demanda aquecida por caminhões, a indústria de implementos voltou a respirar agora — a Randon, uma das maiores empresas do setor, anunciou a entrada em operação de fábrica em Araraquara, SP, para atender à demanda da indústria de cana de açúcar.

As vendas de reboques e semirreboques cresceram 76,7% no trimestre na comparação com o volume vendido no mesmo período do ano passado, chegando a 8 mil 670 unidades. Desse total 2 mil 171 unidades foram de implementos para cargas secas e graneleiros que serão utilizados para escoamento da produção agrícola, o que representa um aumento de 91% nas vendas do trimestre ante o período anterior.

As vendas de carrocerias sobre chassis tiveram desempenho igualmente positivo, segundo a Anfir: foram vendidas 8 mil 911 unidades até março, crescimento de 35,73%. Os baús frigoríficos representaram a maior parte dessas vendas, chegando a 4 mil 315 unidades, 51,7% a mais do que o volume vendido no mesmo trimestre de 2017.

Mas nas exportações o cenário segue em queda: foram embarcados 346 implementos no trimestre, 31,8% a menos do que os do mesmo período do ano passado.

Fonte: AUTODATA

Deixe uma resposta