Investimento de montadoras no Brasil deve superar R$ 30 bi até 2022

Os investimentos em atualização de plantas, implementações tecnológicas e lançamentos de novos produtos deve chegar a R$ 36,7 bi até 2022. A indústria 4.0 tem papel de destaque nessa injeção de capital que o País está preste a receber.

Depois do período de baixa, as montadoras se esforçam para concretizar planos para o mercado nacional, que esboça reação mais contundente desde o último trimestre de 2017 e se torna ponto estratégico para as exportações da maioria das companhias. Grande parte do aporte financeiro será aplicada no desenvolvimento de novos veículos, mas há também montantes relevantes destinados à modernização e atualização das fábricas, principalmente as veteranas, que buscam modernização para competir na nova era da indústria 4.0.

O valor atualizado dos investimentos no Brasil está concentrado em nove montadoras, das quais quatro dedicadas à produção de automóveis: Caoa-Chery, GM, Toyota e Volkswagen, e as demais de veículos comerciais, entre caminhões e ônibus: Iveco, MAN Latin America, Mercedes-Benz, Scania e Volvo.

Doze cidades são alvo dos novos investimentos, considerando os locais de todas as fábricas envolvidas nos planos das empresas: São Bernardo do Campo, São Carlos, Taubaté, Sorocaba, Porto Feliz, São Caetano do Sul e Jacareí, todas em São Paulo, além de São José dos Pinhais e Curitiba (PR), Gravataí (RS), Anápolis (GO) e Juiz de Fora (MG).

Deixe uma resposta