Fenabrave reduz expectativa de crescimento

expectativa-automoveis-estacionamentos

Após o fraco resultado de junho, a Fenabrave, a federação dos concessionários, decidiu revisar para baixo sua expectativa de crescimento das vendas de veículos leves em 2018. Agora a entidade estima expansão de 9,7%, para 2,38 milhões de automóveis e comerciais leves emplacados no ano.

Esta já é a quarta revisão do ano: em janeiro a Fenabrave projetava avanço de quase 12%, subiu para 15,2% após o bom desempenho do primeiro trimestre, logo depois puxou a 13% silenciosamente (sem divulgação à imprensa) e agora colocou o porcentual abaixo de 10% pela primeira vez.

O presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Jr., justifica o ajuste para baixo nas projeções da entidade por uma sequência de fatores negativos combinados. Segundo ele, o estrago causado na economia pela paralisação dos caminhoneiros não deve ser mais recuperado no resto do ano. Logo depois veio a Copa do Mundo com seu efeito natural de arrefecimento no movimento das concessionárias. Na sequência, vêm as eleições e suas incertezas.

“A greve dos caminhoneiros reduziu a confiança do consumidor e não será mais possível recuperar as vendas que perdemos nesse período. Por isso reduzimos a expectativa de crescimento do mercado de automóveis e comerciais leves”, afirma Alarico Assumpção Jr.

Fonte: Fenabrave

 

Deixe uma resposta