projeções-montagem-fabricação
Últimas Notícias

Anfavea ajusta projeções para a indústria automobilística em 2018

A Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores, Anfavea, divulgou novas previsões para este ano. O licenciamento de autoveículos projetado para 2018 agora é de crescimento de 13,7%, alcançando 2,54 milhões de unidades – a previsão anterior era alta de 11,7%.

Nas exportações, o ajuste foi para baixo: ao invés de empatar com o resultado de 2017, a entidade prevê encerrar o ano com 700 mil veículos exportados, uma queda de 8,6% sobre o ano passado. Os novos desempenhos de licenciamento e exportação geraram leve alteração na produção, cuja expectativa para 2018 passa a ser de 11,1%, com registro de 3,0 milhões de unidades, ao invés dos 11,9% antes projetado.

Já o segmento de máquinas agrícolas e rodoviárias terminará 2018 com 47 mil unidades negociadas, aumento de 11% sobre o ano passado – a última projeção indicava alta de 7%. As exportações deverão ficar estáveis com 14 mil unidades, e a produção chegará em 61 mil, elevação de 15%.

Para Antonio Megale, presidente da Anfavea, a revisão foi necessária principalmente pelos bons resultados do mercado interno e pelas exportações para a Argentina, principal parceiro comercial do Brasil:

“O mercado interno brasileiro progride mês após mês, com mais intensidade no segmento de caminhões e de máquinas agrícolas, o que gerou essa necessidade de revisarmos para cima nossas projeções de vendas. Por outro lado, a situação macroeconômica da Argentina impactou o mercado interno daquele país e, consequentemente, as exportações brasileiras para lá, por isso diminuímos nossa previsão neste quesito”.

9
Deixe um comentário

Deixe uma resposta

  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of

[…] Anfavea acredita em vendas superiores à casa de dois dígitos “baixos”, isto é, algo em torno de até 12%, segundo o presidente da entidade Antônio Megale. Nessa mesma linha, segue o presidente da GM Mercosul, Carlos Zarlenga, que estimou algo entre 12 e 13%. Pablo Di Si, principal executivo da Volkswagen, acredita que 10% seriam um bom número. Vice-presidente da Ford, Rogelio Golfarb, preferiu apontar uma faixa entre 5% e 10% de crescimento. Miguel Fonseca, vice-presidente da Toyota, foi o mais comedido ao imaginar avanço no mercado interno de 4,4% sobre este ano. […]

[…] o presidente da Anfavea, – Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores –, Antonio Megale, acredita […]

[…] dados foram divulgados pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores, Anfavea. O resultado mensal apontou para crescimento de 29,9%: foram 257,2 mil unidades em fevereiro e […]

[…] Antônio Carlos Megale, presidente da Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores), a proposta entregue a Marcos […]

[…] fabricantes de automóveis que compram peças no país. A afirmação veio do presidente da Anfavea, Antonio Megale, no dia 19 de junho, e chega após anos de estímulos fiscais que viraram alvos de […]

[…] de acordo com os dados da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores, Anfavea, divulgados em novembro, em São Paulo, […]

[…] de 3,7 milhões para 2,2 milhões, mas 2017 já ensaia uma recuperação com 2,7 milhões e a Anfavea projeta 3 milhões para […]

[…] números do setor divulgados pela Anfavea, em agosto, mostraram que a Scania foi a única empresa a não apresentar queda no volume de […]

[…] veículos no País subiu 14,6% no 1º trimestre do ano. Foram produzidos 699 mil carros, segundo a Anfavea. Ainda de acordo com a associação das montadoras, este é o melhor resultado para o período de […]