Autopeças teve alta no faturamento

555

Autopeças teve alta. – O faturamento líquido em autopeças, como já havia sido informado pela Sondagem Mensal, feito pelo Sindipeças, foi positivo, contabilizando variações de 6,2% no mês e 11,1% no acumulado em 12 meses. Em julho, último mês analisado, registrou-se crescimento de 9,9% nas vendas para montadoras em relação a junho e 10,9% na comparação com o mesmo mês do ano anterior. O mercado de reposição faturou 6,6% a mais no acumulado do ano frente a igual período de 2018 e cresceu 8,2% na passagem mensal. O agravamento da crise na Argentina fez as exportações em reais e em dólares recuarem, respectivamente, 23,2% e 22,2% na passagem interanual. As vendas intrassetoriais avançaram 10,2% em julho e marcaram variação de 31,3% no acumulado do ano. O emprego no setor de autopeças segue decrescendo, resultando em retração de 0,7% no mês em tela.

Resumo do Desempenho

Autopeças teve alta

Chama a atenção a boa ocupação da capacidade instalada. Por três meses seguidos (de maio a julho) ela permaneceu em 73%. Fato semelhante não ocorria desde o início de 2014 pelo levantamento do Sindipeças. Já o emprego no setor anota queda de 2,6% no acumulado do ano e variação positiva de 1,1% na análise dos últimos 12 meses.

Mercado de reposição cresce 6,6%

De janeiro a julho de 2019, as vendas ao mercado de reposição registraram alta de 6,6% sobre iguais meses do ano passado. A participação média do pós-venda no faturamento de 2019 foi de 13,5%. A fatia das exportações foi de 17%. A parcela das montadoras nas vendas foi de 65,4%. Os 4,1% restantes foram vendas intrassetoriais, aquelas que ocorrem entre os fabricantes do setor de autopeças.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.