BMW Group atinge 1 milhão de peças impressas em 3D

impressas em 3D-peças-oficinas
Marca foi atingida após 10 anos; foram produzidos 200 mil componentes em 2018.

O BMW Group atingiu a marca de um milhão de componentes impressos em 3D na última década. Somente neste ano, devem ser produzidas 200 mil peças a partir desse método inovador – um aumento de 42% em relação a 2017.

O milionésimo componente impresso foi um trilho de guia de janela para o novo BMW i8 Roadster. Criada em conjunto com a HP, a peça demorou apenas cinco dias para ser desenvolvida e já foi integrada à linha de produção do superesportivo híbrido em Leipzig, na Alemanha.

Esse é o segundo componente do i8 Roadster desenvolvido a partir do método de impressão em 3D: o primeiro é uma peça de fixação da capota, também produzido no centro de manufatura em Munique.

BMW Group Esse é o segundo componente do i8 Roadster desenvolvido a partir do método de impressão em 3D: o primeiro é uma peça de fixação da capota, também produzido no centro de manufatura em Munique. Esse é o segundo componente do i8 Roadster desenvolvido a partir do método de impressão em 3D: o primeiro é uma peça de fixação da capota, também produzido no centro de manufatura em Munique.Esse é o segundo componente do i8 Roadster desenvolvido a partir do método de impressão em 3D: o primeiro é uma peça de fixação da capota, também produzido no centro de manufatura em Munique. Esse é o segundo componente do i8 Roadster desenvolvido a partir do método de impressão em 3D: o primeiro é uma peça de fixação da capota, também produzido no centro de manufatura em Munique. eiro é uma peça de fixação da capota, também produzido no centro de manufatura em Munique. Esse é o segundo componente do i8 Roadster desenvolvido a partir do método de impressão em 3D: o primeiro é uma peça de fixação da capota, também produzido no centro de manufatura em Munique. eiro é uma peça de fixação da capota, também produzido no centro de manufatura em Munique. Esse é o segundo componente do i8 Roadster desenvolvido a partir do método de impressão em 3D: o primeiro é uma peça de fixação da capota, também produzido no centro de manufatura em Munique.