BYD bate novo recorde de venda de automóveis elétricos em julho na China

Com a chegada das baterias Blade, as vendas de automóveis elétricos BYD ultrapassaram a marca de 50 mil em um único mês, um salto de 263% em comparação a julho de 2020.

A BYD comercializou em julho 50.057 automóveis elétricos na China, sendo 24.996 veículos 100% elétricos e 25.061 veículos híbridos. Este total configura 263% a mais do que há um ano. Em 2021, a empresa já vendeu na China mais de 200.000 automóveis elétricos, o que significa que este será o melhor ano da história da empresa.

Desde abril deste ano, a bateria Blade é utilizada em todos os modelos de automóveis 100% elétricos da BYD. Como a marca nº 1 na produção e vendas de veículos elétricos da China por oito anos consecutivos, a BYD sempre se comprometeu a proteger os seus consumidores. Toda a série equipada com a Bateria Blade demonstra a determinação e o plano estratégico da BYD para aumentar ainda mais a segurança de seus veículos elétricos.

Adalberto Maluf, diretor de Marketing de Sustentabilidade da BYD Brasil, explica que a BYD está contribuindo ativamente para fortalecer a segurança dos veículos elétricos. “A estratégia de adotar a bateria Blade para todos os futuros modelos 100% elétricos da marca tornarão os veículos elétricos mais seguros e ajudarão a acelerar o ritmo da eletrificação de veículos em todo o mundo.”

Vendas por modelos

Os automóveis híbridos são agora ligeiramente mais populares do que os totalmente elétricos da BYD, principalmente graças ao híbrido plug-in BYD Qin Plus DM, que em julho registrou um recorde de 11.230 unidades. O BYD Song também teve um ótimo desempenho, com 7.264 unidades (um novo recorde).

Os modelos 100% elétricos mais populares são BYD Han (5.907) e o BYD Qin Plus (5.523, um novo recorde). Todos os possuem bateria Blade, assim como a maioria do resto da linha da BYD.

Vendas em julho e total acumulado em 2021:

  1. BYD Han EV – 5.907 (44.586)
  2. BYD Qin Plus DM PHEV – 11.230 (32.606)
  3. BYD Song PHEV – 7.264 (18.581)
  4. BYD Han PHEV – 2.615 (16.167)
  5. BYD e2 – 2.939 (15.624)
  6. BYD Qin Plus EV – 5.523 (14.619)
  7. BYD Tang PHEV – 3.892 (13.422)
  8. BYD Qin EV + Qin Pro EV – 2.279 (11.272)
  9. BYD Yuan EV – 4.255 (9.643)
  10. BYD D1 – 121 (8.420)
  11. BYD Song EV – 2.605 (8.010)
  12. BYD Tang EV – 784 (3.311)
  13. BYD E6 – 57 (1.712)
  14. BYD e3 – 526 (996)
  15. BYD Song MAX DM – 60 (646)
  16. BYD Qin PHEV – (410)
  17. BYD e1 – (243)

A BYD entregou no mês passado também 435 veículos elétricos comerciais, incluindo 125 ônibus. As vendas de veículos elétricos comerciais somaram 4.803, incluindo 2.743 ônibus.

Para o segundo semestre, a BYD continuará aumentando sua capacidade de produção para atender à demanda do mercado e utilizará tecnologias inovadoras, como o sistema híbrido DM-i e bateria Blade, para continuar a estimular o crescimento do mercado.


Sobre a BYD

A BYD foi por quatro anos consecutivos (de 2015 a 2018) a maior fabricante global de baterias de lítio-ferro e de veículos elétricos e plug-in. A empresa está presente nos seis continentes, com veículos operando em mais de 300 cidades de 50 países. Superando 220 mil funcionários distribuídos em mais de 30 fábricas ao redor do globo (sendo 20 mil engenheiros pesquisadores que já desenvolveram acima de 24 mil patentes). A BYD é ainda a segunda maior fornecedora de componentes para celulares, tablets e laptops no mundo. Em 2019, a empresa alcançou a terceira posição entre as companhias que estão mudando o mundo para melhor, “Change The World”, da Revista Fortune, e, em 2016, ganhou o prêmio Zero Emission Eco system da ONU, entre outros prêmios internacionais. 

BYD

No Brasil, a BYD abriu sua primeira fábrica em 2015 para produção de chassis de ônibus elétricos e comercialização de veículos e empilhadeiras em Campinas, interior de São Paulo. Em abril de 2017, inaugurou sua segunda planta, para produção de módulos fotovoltaicos, consolidando-se como uma das líderes desse importante mercado no Brasil. Em 2020, a BYD iniciou a operação de sua terceira planta fabril no País, em Manaus, para a produção de baterias. A BYD também é responsável por dois projetos de SkyRail (monotrilho) no país: Em Salvador, com o VLT do Subúrbio, e na cidade de São Paulo, com a Linha 17 – Ouro. A BYD Brasil emprega cerca de 500 funcionários nas cidades de Campinas, São Paulo, Salvador, Manaus, Vitória, Curitiba e Rio de Janeiro. Em abril de 2021, a BYD Brasil passou a integrar o Pacto Global, iniciativa da Nações Unidas (ONU) para mobilizar a comunidade empresarial na adoção e promoção, em suas práticas de negócios, de Dez Princípios universalmente aceitos nas áreas de direitos humanos, trabalho, meio ambiente e combate à corrupção.