CESVI/MAPFRE destaca itens de segurança que todo carro deveria ter

Seguro e leião

Lista do Centro utiliza como referência os equipamentos disponíveis no índice de segurança

Pesquisa do CESVI BRASIL/MAPFRE (Centro de Experimentação e Segurança da MAPFRE) aponta itens de segurança essenciais para proteger todos os ocupantes dos veículos. Freios ABS, airbags frontais, cintos de segurança de três pontos, barra de proteção lateral nas portas, apoio de cabeça e controle de estabilidade são fundamentais para a segurança de motoristas e passageiros.

A lista foi elaborada com base no Índice de Segurança do Centro que contempla a presença de equipamentos de proteção em cada modelo, ou seja, são avaliados elementos de segurança ativa e passiva, assistência à condução e à preservação do pedestre.

“Nesta lista, conseguimos elencar os equipamentos disponíveis no mercado e que são de grande importância para a segurança veicular e viária. Além disso, esse levantamento alerta os motoristas sobre a importância de se atentar aos equipamentos de segurança que compõem o veículo antes de adquiri-lo”, comenta Emerson Feliciano, superintendente técnico do CESVI/MAPFRE.

Confira abaixo a lista dos seis itens de segurança indicados pelo CESVI:

    • ABS – A sigla significa “antilock braking system” ou, em português “sistema antitravamento dos freios”. Em uma frenagem brusca, uma central eletrônica, impede que as rodas se travem, o que evita derrapagem. Desde 2014, todos os veículos novos devem sair de fábrica com o recurso.
    • Cintos de segurança de três pontos – Protege a região do tórax, oferecendo mais efetividade na proteção dos ocupantes. A partir de 2020, todos os veículos vendidos no Brasil devem sair de fábrica com o cinto de três pontos para todos os ocupantes, inclusive os dos bancos traseiros.
    • Barra de proteção lateral nas portas – Essencial para a proteção dos ocupantes em caso de colisão lateral, esse tipo de reforço evita grandes deformações da estrutura do veículo (portas e colunas) em incidentes laterais, diminuindo os ferimentos aos ocupantes nessas situações.
    • Apoio de cabeça – Disponível em todos os carros mais novos, esse tipo de proteção evita o chamado efeito “chicote”, que é a movimentação brusca do pescoço e cabeça dos ocupantes em colisões traseiras, protegendo contra lesões na coluna. Será obrigatório em todos os carros em 2020.
  • Controle de estabilidade – Sistema eletrônico de estabilidade que evita derrapagens e perda de controle da direção, atuando sem a intervenção do motorista e impedindo que o veículo rode em situações de desvio brusco. Conforme resolução do Contran (Conselho Nacional de Trânsito), em 2022, todos os veículos novos deverão contar com o sistema.

1 Trackback / Pingback

  1. CESVI Brasil desvenda o mito da hora certa de trocar a bateria - Jornal Brasil Peças

Comentários não permitidos.