Especialistas debatem sobre desafios da Mobilidade Elétrica no Brasil

266

Desafios Mobilidade Elétrica – Uma pesquisa realizada pelo WRI Brasil junto com a New Climate Economy mostra que implantação de ações de economia verde para determinados setores produtivos pode impulsionar, até 2030, cerca de R$2,8 trilhões à economia do país, além de milhares de empregos.

Considerando a necessidade que o Brasil reduza 43% das emissões de gases de efeito estufa, conforme compromisso firmado no Acordo de Paris da Convenção de Clima da ONU (Organização das Nações Unidas), em 2016, especialistas nacionais e internacionais participam da 1ª Conferência da Plataforma Nacional de Mobilidade Elétrica.

O evento que é 100% online faz parte das ações da PNME –  Plataforma Nacional de Mobilidade Elétrica – junto com mais de 30 instituições da indústria, poder público, sociedade civil e academia, dispondo a função de promover o desenvolvimento do setor no país.

A conferência abordará os temas:

  • Governança e cooperação para a Mobilidade Elétrica no Brasil;
  • A Mobilidade Elétrica como tema fundamental para a sustentabilidade econômica e ambiental no Brasil;
  • Desafios brasileiros para a implantação da Mobilidade Elétrica;
  • Ações concretas para promover a Mobilidade Elétrica no Brasil

“A semana da mobilidade elétrica faz parte das ações em prol da meta para o Brasil reduzir os seus índices de gases poluentes, visto que para tornar possível esse objetivo precisamos do trabalho e envolvimento de todo o ecossistema, principalmente do setor de transportes. A implantação de políticas com esse propósito é urgente e fundamental para a retomada econômica no contexto mundial, ou seja, essas ações precisam levar em conta um futuro com carbono neutro. Dessa forma, entendemos que a 1ª Conferência da PNME será uma importante contribuição para essa mudança de cenário, com debates técnicos e apresentação de estudos”, comenta, Marcus Regis, coordenador de projeto da GIZ e coordenador-executivo da PNME

Marcel Martin, coordenador do portfólio de Transportes no iCs e coordenador-executivo da PNME, relata que o fator que dificulta o crescimento da eletrificação no mercado brasileiro ainda é a falta de competitividade. E completa dizendo: “Temos o desafio aqui de mudas a lógica do mercado. Em outros países as montadoras já estão olhando para esse futuro, mas aqui a discussão ainda é tímida. Precisamos focar na transição do veículo movido por combustíveis fósseis para o de zero emissões. O Brasil tem que olhar para a economia do futuro, que com certeza não é baseada nos veículos movidos a combustíveis fósseis”.

O evento ocorrerá nos dias 16, 17, 18 e 19 de novembro.

Mais informações: https://evento.pnme.org.br/

Fonte: Necta Inova

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.