Financiamentos de veículos usados crescem 7,5% no primeiro trimestre de 2021

Levantamento realizado pela B3 mostra que, entre janeiro e março de 2021, financiamentos de veículos usados, incluindo motos, autos leves e pesados, somaram 1 milhão de unidades no país. O número corresponde a um crescimento de 7,5%, se comparado ao mesmo período de 2020. Dentro deste cenário, se destacaram os financiamentos de autos leves com mais de 12 anos de uso, que registraram aumento de 33,1%.

Usados representam 71,4% do total de financiamentos em todo o País
Vendas a crédito de 0km tem queda de 18,5% no mesmo período

Durante o trimestre, as vendas financiadas de veículos usados – incluindo motos, autos leves e pesados – representaram 71,4% do total, enquanto no primeiro trimestre de 2020 elas representaram 65,5%. Já os financiamentos para veículos novos registraram queda de 18,5%, comparado ao primeiro trimestre de 2020. Se considerados apenas os autos leves 0km, a queda foi de 14,2%.

“No compilado de janeiro a março, percebemos que os veículos usados continuam representando a maior parcela das vendas a crédito e também notamos maior procura por financiamento de veículos leves com maior tempo de uso. Alguns fatores podem explicar a redução de oferta de carros 0km no mercado, como a paralisação de montadoras com o agravamento da pandemia e a falta de insumos”, avalia Tatiana Masumoto Costa, superintendente de Planejamento da B3.

A região Sudeste concentrou a maior parte das transações, com 45,7% dos financiamentos, seguida pela região Sul (21,6%), Nordeste (16,6%), Centro-Oeste (10,3%) e Norte (5,8%).

A B3 opera o Sistema Nacional de Gravames (SNG), a maior base privada do país, que reúne o cadastro das restrições financeiras de veículos dados como garantia em operações de crédito em todo o Brasil. Para visualizar a apresentação com os dados completos para financiamentos de veículos do primeiro trimestre de 2021, clique aqui.

Financiamentos de veículos usados

B3 Imprensa