Frota brasileira cresce, mas envelhece

0
117

A frota brasileira circulante de automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus e motocicletas em 2019 cresceu 1,9% em relação a 2018, segundo relatório do Sindipeças publicado anualmente desde os anos 1960. O total atingiu 59.013.532 de unidades, das quais 13.099.707 são motocicletas. Com estes números o Brasil aparece em sexto lugar no mundo atrás de Estados Unidos, China, Japão, Rússia e Alemanha, considerando os 45.913.825 de veículos, sem motocicletas.

Os dados são compilados a partir das vendas do ano anterior, levando em conta os índices de perda total em acidentes indicados pelas seguradoras, os registros de furtos e roubos sem recuperação informados pela polícia e uma taxa de sucateamento baseada em estudo próprio do sindicato. O Sindipeças não informa a porcentual de veículos sucateados ou abandonados, mas deve girar em torno de 4%, podendo ser um pouco maior ou menor dependendo das vendas de veículos novos.

frota brasileira

A idade média da frota de veículos atingiu 9 anos e 8 meses em 2019 e a de motocicletas, 8 anos. No período de seis anos (2014 a 2019), o envelhecimento da frota em circulação aumentou 1 ano e 2 meses. Reversão desse fenômeno depende do crescimento das vendas de novos veículos (que aumenta a taxa de sucateamento) ou um programa de renovação da frota como outros países fazem.


• • • • • • • • • • • • • • • •

Fernando Calmon

fernando@calmon.jor.br / www.fb.com/fernando.calmon2

fernando

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

  Subscribe  
Notify of