Minas Gerais receberá aporte de R$ 25 Bilhões de Bravo para fabricação de veículos elétricos

A intenção é de início de implantação da fábrica em junho de 2021

A montadora argentina Bravo assinou na última sexta-feira (5) um termo de intenção com o governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), para implantação de uma fábrica de veículos elétricos e packs de baterias na Região Metropolitana de Belo Horizonte. O projeto leva o nome de Colosso 1 e tem investimento estimado R$ 25 bilhões.

Planeja-se a implementação da fábrica em junho de 2021, e estima-se começar a operação desta em 2023 e de geração de 13.813 empregos diretos e indiretos. Já em 2024, a previsão é que sejam produzidos 22.790 veículos e 43.750 packs de baterias.

O CEO da Bravo Motor Company Brasil, Eduardo Javier Muñoz, disse que a estratégia inicial era abrir três unidades, mas apenas houve a escolha de Minas Gerais foi para concentrar as operações no Brasil.

A companhia ArqBravo Group começou a operar em 2008 na Argentina porém a sede desde 2012 aestá localizada na Califórnia, nos Estados Unidos. No Brasil, já produz projetos de mobilidade elétrica no Pará, com frota de 1,1 mil veículos elétricos em Belém.

Bravo