Redução do cheque especial, novo crédito Imobiliário

crédito Imobiliário, taxa de cheque especial

Crédito Imobiliário – A CAIXA, em resposta ao cenário de queda de taxa de juros SELIC e das taxas de juros de longo prazo na economia, e, buscando alinhar-se a essa nova realidade, realizou estudos aprofundados em suas margens e a partir disso, promoveu redução das taxas de juros de seus principais produtos. Como exemplo disso, reduziu as taxas do cheque especial em 63% em 2019, atingindo um patamar de 4,99% ao mês. A nova taxa estará vigente para os clientes a partir de 01/12/19.

A CAIXA disponibilizou, em agosto, uma nova linha de crédito imobiliário com atualização do saldo devedor pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo – IPCA. Este produto possui taxas de juros reduzidas em relação às médias atualmente praticadas, e permite que mais famílias tenham acesso ao financiamento habitacional, contribuindo para reduzir o déficit de moradias.

Crédito Imobiliário, CAIXA, taxa de juros SELIC,IPCA

A taxa mínima para imóveis residenciais enquadrados no Sistema Financeiro de Habitação – SFH e Sistema Financeiro Imobiliário – SFI será de IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) +2,95% ao ano e taxa máxima será de IPCA+4,95% ao ano. As taxas já estão vigentes e disponíveis para novos contratos.

O cliente pode optar por esta nova modalidade, que tem a prestação inicial 40% menor que o financiamento corrigido pela Taxa Referencial (TR).

Esse resultado demonstra o direcionamento da CAIXA em relação ao foco negocial com o segmento de habitação, o que reforça sua atuação no setor de crédito imobiliário por meio de recursos da poupança, SBPE (Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo) e moradia popular.

Fonte: caixanoticias.caixa.gov.br