Semana Nacional do Trânsito: tecnologias são aliadas para uma condução mais segura

A Bosch, líder mundial no desenvolvimento de tecnologias e serviços, investe constantemente no desenvolvimento de sistemas de segurança e de assistência ao condutor que visam contribuir para uma mobilidade mais segura, confortável e livre de acidentes. “Dados apontam que mais de 90% dos acidentes de trânsito são causados por algum tipo de falha humana e, exatamente por isso, que as tecnologias de assistência ao condutor formam uma base importante no que se refere à prevenção ou atenuação de um acidente, pois atuam como um ‘anjo da guarda’ dos motoristas em situações adversas no trânsito”, afirma Michel Braghetto, gerente de Marketing das Divisões Chassis Systems Control e Cross-Domain Computing Solutions da Bosch.

  • Bosch destaca tecnologias que podem tornar o trânsito mais seguro
  • Sistema AEB freia o carro automaticamente e evita colisões
  • Assistência de permanência em faixa (LKA) ajuda a prevenir acidentes

Durante a Semana Nacional do Trânsito, que ocorre no mês de setembro, a empresa reforça a importância de tecnologias como Frenagem Automática de Emergência (AEB) para reduzir colisões traseiras e proteger pedestres e ciclistas, assim como sistemas de assistência de permanência em faixa (LKA) e detecção de ponto cego (LCW), que previne acidentes, principalmente, nas áreas laterais dos veículos.

A falta de atenção ao dirigir, mesmo por um instante, pode gerar sérias consequências. Visto isso, o AEB é um sistema de assistência ao condutor que pode evitar as colisões traseiras e atropelamentos ou, ao menos, reduzir consideravelmente o impacto desses acidentes.

Os veículos podem sair de fábrica com configurações de Frenagem Automática de Emergência voltada para carros parados, em movimento e para atuar junto aos usuários vulneráveis, como pedestres e ciclistas. Usualmente, o sistema funciona com velocidades até 80 km/h, podendo variar conforme especificações da montadora e/ou modelo de veículo. Em todos os casos, o radar e/ou a câmera de vídeo frontal detecta o risco de colisão e alerta o motorista – caso ele não reaja à situação a tempo ou adequadamente, a frenagem automática é executada.

Quando a seta é esquecida…

Sinais de cansaço ou desatenção ao volante podem levar o motorista à mudança involuntária de faixa de rodagem, manobra capaz de provocar acidentes de grandes proporções. Esse risco pode ser mitigado se o veículo possuir a tecnologia de assistência de permanência em faixa (LKA).

Segundo pesquisa realizada pela Bosch, 29% dos motoristas entrevistados se envolveram em acidentes em situações de mudança de faixa de trânsito, além de relatarem também situações de distração em virtude de uso de navegação ou viva-voz no veículo. “Muitas vezes, o motorista dirige distraído e troca de faixa involuntariamente. Quando isso acontece, o assistente de permanência em faixa entra em ação para impedir essa mudança acidental e perigosa”, afirma Braghetto.

O sistema trabalha para deixar o carro nos limites da faixa, utilizando uma câmera frontal que detecta as linhas demarcatórias dos dois lados da pista. A tecnologia intervém ao verificar que a distância entre o automóvel e o limite da faixa está aquém do espaço mínimo e seguro.

Mais informações: tecnologias apoiam na construção de um trânsito mais seguro

Atendimento à imprensa Bosch

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*