Varejos inovam nas formas de pagamento

345

Varejos inovam nas forma de fazer pagamentos pode mudar radicalmente nos próximos anos. Muitas empresas apostam na expansão do pagamento com QR Code. O Brasil possui cerca de 60 milhões de desbancarizados. São pessoas que não têm conta em banco e por isso ficam sem acesso a outros produtos financeiros, como cartões, empréstimos ou investimentos. Situações simples, como comprar um produto pela internet, se tornam complicadas para esse público.

Varejos inovam

Varejos inovam e já oferecem opções de pagamento por celular, relógio e QR Code

Por outro lado, o país tem 230 milhões de smartphones, o que dá mais de um aparelho por habitante. Por que então não permitir que os desbancarizados consigam realizar transações financeiras com o celular? É mais ou menos isso que acontece com o QR Code. Nesse sistema, o cliente só precisa do celular para “ler” o código de pagamento da loja, dispensando o uso de cartões ou dinheiro em papel. A massificação desse tipo de pagamento exige uma mudança de hábito tanto por parte do usuário quanto do estabelecimento comercial.

Varejo paulista volta a criar empregos formais

O mercado de trabalho do  varejo paulista voltou a abrir novos postos de trabalho após três meses de saldo negativo. Em abril, foram criados 2.340 empregos formais, resultado de 77.179 admissões e 74.839 desligamentos. Assim, o setor encerrou o mês com um estoque de 2.063.079 vínculos empregatícios, crescimento de 0,4% em relação ao mesmo período de 2017. No acumulado de 12 meses, 8.995 empregos com carteira assinada foram gerados, revertendo o cenário negativo observado nos dois anos anteriores.

Os dados compõem a Pesquisa de Emprego no Comércio Varejista do Estado de São Paulo (PESP Varejo), realizada mensalmente pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) com base nos dados do Ministério do Trabalho, por meio do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) e o impacto do seu resultado no estoque estabelecido de trabalhadores no Estado de São Paulo, calculado com base na Relação Anual de Informações Sociais (Rais).

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.