Os 10 veículos que menos desvalorizaram no primeiro trimestre

Os 10 veículos que menos desvalorizaram, seminovos e usados, mercado B2B

Desvalorizaram – O momento de comprar ou vender um carro usado requer atenção, diante da volatilidade do mercado.

Para auxiliar as negociações do mercado, a Auto Avaliar, plataforma líder no mercado B2B de seminovos e usados, aponta os veículos menos desvalorizados no período.

Confira a seguir os 10 carros que perderam menos valor no primeiro trimestre de 2019.

“Vender ou comprar um carro é uma negociação que deve levar em conta muitas variáveis, sendo uma das mais importantes a taxa de desvalorização do veículo. Como a Auto Avaliar tem uma visão ampla de mercado, temos expertise para apontar esses números para facilitar as transações de vendedores e compradores, de todo o Brasil”, afirma J. R. Caporal, presidente e fundador da Auto Avaliar.

A plataforma da Auto Avaliar é utilizada por mais de 2,7 mil concessionárias e 30 mil lojistas multimarcas no país, o que representa 75% do mercado brasileiro online.

desvalorizaram “Vender ou comprar um carro é uma negociação que deve levar em conta muitas variáveis, sendo uma das mais importantes a taxa de desvalorização do veículo. Como a Auto Avaliar tem uma visão ampla de mercado, temos expertise para apontar esses números para facilitar as transações de vendedores e compradores, de todo o Brasil”, afirma J. R. Caporal, “Vender ou comprar um carro é uma negociação que deve levar em conta muitas variáveis, sendo uma das mais importantes a taxa de desvalorização do veículo. Como a Auto Avaliar tem uma visão ampla de mercado, temos expertise para apontar esses números para facilitar as transações de vendedores e compradores, de todo o Brasil”, afirma J. R. Caporal, “Vender ou comprar um carro é uma negociação que deve levar em conta muitas variáveis, sendo uma das mais importantes a taxa de desvalorização do veículo. Como a Auto Avaliar tem uma visão ampla de mercado, temos expertise para apontar esses números para facilitar as transações de vendedores e compradores, de todo o Brasil”, afirma J. R. Caporal,