Mercado reduz previsão do PIB

274
expansão do Produto Interno Bruto, PIB, previsão do PIb, confiança do consumidor,, produção indústrial

O banco Itaú reduziu para baixo a previsão para a expansão do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro em 2019 de 2% para 1,3%, e para o de 2020 de 2,7% para 2,5%. De acordo o relatório onde constam as informações, a revisão incorpora “dados correntes mais fracos, além da percepção de um arrefecimento mais amplo da atividade à frente”. Destacou desempenhos ruins da indústria, que segue estagnada, e dos investimentos, que não apresentam sinais de retomada. E a queda na confiança do consumidor e empresários em uma melhora da atividade.

Segundo o banco, como a atividade econômica está mais fraca que o esperado no início deste ano, a projeção para o PIB do primeiro trimestre também sofreu um corte e passou para o campo negativo. Saiu de 0,3% para -0,1%.
O documento cita como determinantes para esses ajustes uma atividade industrial que segue estagnada e os efeitos do desastre ocorrido na unidade da Vale em Brumadinho, Minas Gerais, em 25 de janeiro. “O uso da capacidade instalada segue em patamar baixo, e a produção industrial virtualmente estável. Mas, em fevereiro, a produção industrial foi impactada por uma queda de 14,8% no setor extrativo, possivelmente refletindo a redução da produção de minério de ferro em razão do rompimento da barragem em Brumadinho”.

3 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.